Trefilação, processos de joalharia

Processo usado no fabrico de fios e tubos de pequenos diâmetros. Estes fios são utilizados no fabrico de correntes, detalhes em jóias, fechos etc.

Trefilação – com Fieira de vídea-matriz para fios

O material (prata ou ouro) depois de ser submetido ao processo de fundição e de ser laminado num laminador de fio, com um diâmetro mínimo (diâmetro menor possível do laminador) é preparado e  depois trefilado. O fio depois de laminado à espessura pretendida, e repetidamente passado por uma matriz (fieira) com o diâmetro menor que o do laminador esta é fixada numa morsa. Cada vez que o material for passado pela matriz, substitui-se a matriz por outra de diâmetro menor, até o diâmetro desejado do fio.
É importante recozer o fio após três ou quatro passagens pela matriz para que o material volte às suas propriedades normais do material (maleabilidade).

Etapas da trefilação:

No fabrico de jóias, o processo de trefilação resume-se a alguns passos básicos fundamentais:

1. Laminar o lingote fundido até o diâmetro menor possível.
2. Recozer o material, prata ou ouro. (recozer o fio de 2 em 2 passagens, ou 3 em 3 passagens, dependendo da maleabilidade do metal e da liga).
3. Fazer uma ponta, com uma lima, para que seja possível o fio passar na matriz (fieira).
4. Passar e trocar a matriz sucessivamente, há medida que o fio vai ficando com um diâmetro menor, passar para uma matriz (furo) da fieira com um diâmetro inferior.
5. No final, recozer de novo o fio e levá-lo depois ao branqueamento.

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.