Diamante, Corte (lapidação)

Diamante, Corte (lapidação)

Quando se determina o corte de um diamante é importante ter a noção que o corte determina todo o seu brilho. Não há medida específica de diamante que defina o seu corte, mas sim um conjunto de medições e observações que determinam a relação entre a luz de um diamante e o seu desempenho, dimensões e acabamentos. A maioria dos especialistas consideram o corte do diamante a característica mais importante em todo este processo. Mesmo que um diamante tenha a cor e a Luz e brilho perfeitos, um diamante com um corte pobre perderá todo o seu poder e brilho.

Como se pode saber se um diamante está bem lapidado?

Através das proporções, se a pedra é baixa demais, se está muito comprida ou se está, proporcional. Para estar bem lapidada não basta que as proporções estejam correctas. Uma pedra bem lapidada está cuidadosamente e precisamente trabalhada. Todas as facetas da pedra preciosa tem que estar precisamente no local exacto e acima de tudo muito bem polidas até brilharem.

Para estar bem lapidado, um diamante deve ter:

  • Proporções corretas
  • Simetria precisa
  • Polimento fino.

Os tipos de talhe (lapidação)e uma gema é fundamental para tirar o total partido da pedra preciosa no seu todo. Quando falamos a respeito da lapidação (talhe), referimo-nos a muito mais que a simples  forma da pedra preciosa. fala-se, essencialmente:

  • Ângulos exatos
  • Proporções
  • Simetria
  • Polimento que também afecta a maneira como um diamante joga com a luz.

A largura e a profundidade pode ter um efeito sobre a forma como a luz se movimenta dentro do diamante, e como sai na forma de brilho.

Diamante, corte perfeito

Muito curto, superficial: A luz é perdida para fora a parte inferior fazendo com que o diamante a perca todo o brilho.

Muito comprido, profundo: A luz escapa para fora os lados causando o diamante para um aspecto escuro e denso.

No corte de um diamante, os procedimentos requerem conhecimentos técnicos específicos, perícia e prática.

Processos de corte

Corte diamante

1. Clivagem
2. Corte
3. Formato de corte
4. Pedra desbastada
5. Rotação da roda para afiação e polimento
6, 7, 8. Realização das facetas
9 e 10. Diamante facetado e pedra polido com corte brilhante
O Diamante e o seu Corte podem determinar todo o valor material e estético do diamante.

Outros artigos relacionados – Tipos de talhe Anatomia do diamanteListagem de gemas 4 C’s do Diamante

Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *